segunda-feira, 30 de março de 2015

O que é o “teatro comunitário”?

TEATRO COMUNITÁRIO
O que é o “teatro comunitário”?
O termo “teatro comunitário” aplica-se à performance teatral feita por, com e para uma determinada comunidade. Pode referir-se ao teatro que é feito inteiramente por uma comunidade, sem ajuda externa; numa colaboração entre os membros da comunidade e artistas de teatro profissional; ou ainda feito inteiramente por profissionais, dirigido a uma comunidade particular.  O teatro comunitário tanto pode ser feito por um pequeno grupo, utilizando um espaço cedido por uma grande companhia que fornece instalações e recursos, como nos seus próprios espaços. Uma comunidade teatral tem como missão contribuir para o capital social de uma comunidade, na medida em que desenvolve as capacidades, o espírito comunitário e a sensibilidade artística de quem participa, seja como interveniente ou público.

Porquê “teatro comunitário”?
A ideologia dominante alimentada pelas facilidades tecnológicas deixa a função de pensar a realidade a cargo dos especialistas, o que habitua as pessoas a acomodarem-se ao que lhes é “servido” pronto a consumir, sem exigir a sua participação, como se estivessemos condenados a habitarmos um mundo, sem o vivenciar. Pouco a pouco, as pessoas vão perdendo o sentido crítico e a individualidade. O teatro comunitário não só proporciona a oportunidade a cada um de agir de acordo com as suas próprias motivações, dentro do grupo, mas também de manter um diálogo com agentes exteriores ao grupo.
No site da American Association of Community Theatre (aact) encontram-se testemunhos bem eloquentes do impacto do teatro vivido pela comunidade, quer em quem o faz como em quem participa como público. De entre esses testemunhos seleccionámos um, aquele que em poucas palavras resume o essencial: “O aspecto mais maravilhoso do teatro comunitário é que é feito pelas pessoas. São os nossos amigos e vizinhos, unidos numa mesma paixão. Se tiver de ir viver para uma terra diferente, entre para o teatro comunitário local. Aí encontrará as melhores pessoas da cidade.”
As melhores pessoas do Cartaxo vão encontrar-se no Centro Cultural, uns no palco, os outros na plateia do Cartaxo. Numa troca de experiências que nasceram já com “Um Marido Ideal” e continuaram em “O Crime de Aldeia Velha”, “As Alegres Comadres de Windsor”, “Nápoles Milionária”, “O Inspector Geral”, “O Dinheiro Não é Tudo na Vida” e agora este “Escândalo nas Notícias da Noite” no Centro Cultural do Cartaxo nesta produção da Área de Serviço com encenação de Frederico Corado!

Sem comentários:

Enviar um comentário